quinta-feira, 10 de julho de 2008

01001001100101000110101101100

De um lado:

E Deus disse:

- Faça-se a luz, e a luz se fez.


E daí pra frente ele teve várias idéias interessantes, vários planeta, Um planeta, água, montanhas, plantas, animais, e de repente... Um Animal: o homem!

E pior, Deus ainda resolveu dar algo a mais pra este, entre tantos outros animais: um cérebro com lóbulo frontal desenvolvido, ou, inteligência racional. E desse homem que Deus deu tanta atenção veio o pecado original, Sodoma e Gomorra, algumas guerras, um ou outro genocídio, BRILHANTES evoluções arquitetônicas, sociedades complexas, e o tal do homem virou homo sapiens (classificação dada a si mesmo, diga-se de passagem), e esse sapiens também se auto-entitulou homo economicus e vieram as revoluções industriais, mudanças na distribuição do trabalho, novas revoluções industriaus, novas mudanças na divisão do trabalho e BOOM, revoluçõeS tecnológicas: computadores de um quarteirão, computadores pessoais, notebooks, mesas touch screen, softwares que pensam por você, robôs.

Mais interessante, no meio desse caminho todo este mesmo sapiens resolveu questionar a vida. Os "comos" e os "porquês" da existência na Terra e de repente se viu questionando, oras, o próprio Deus. Houve, inclusive, um destes sapiens que ficou consideravelmente famoso afirmando que Deus tinha morrido (pelo menos ele aceitava que se Deus morreu é porque em algum momento ele esteve vivo?!)

Agora seguindo essa lógica: Deus cria o homem que evolui socialmente e questiona a existência de Deus e cria as máquinas e etc. Nesse fluxo, o homem cria as máquinas que evoluem e questionam os próprios homens e... pronto, vamos esperar algum robô anunciar que estamos mortos.

Por outro lado:

Esqueçamos Deus por enquanto.

Uma infinitesimal massa absurdamente compacta se expande sem motivo aparente e nesse expansão descontroladamente controlada surgem os átomos, moléculas, planetas, galáxias, Um planeta, e a tal da sopa primordial. E lá vamos nós de novo. Desta sopa evoluem os os primeiros unicelulares, e dai os pluri, e daí alguns répteis e um ou outro milhão de anos a frente surgem os homo erectus e daí, novamente, os sapiens. E já vimos esta história, dos sapiens vêm algumas guerras, os tais genocídios, as sociedades complexas, as revoluções, e o trabalho, e mais uma vez, as maravilhas tecnológicas com as quais nos habituamos.

Nesse caminho todo surge também um certo inglês que conforme todas as tradicões (necessárias ou não a sobrevivência do homem na Terra) é batizado de Charles Darwin. Este sapiens resolve ser naturalista e uma ou outra década de estudo depois define o que conhecemos como evolucionismo, e que o mais forte se adapta ao meio e sobrevive, e tudo mais.

Seguindo essa lógica: o Big Bang cria os mundos, que cria O mundo, que cria o sapiens que tenta descobrir como foi criado fazendo experiências sobre sua própria criação, simultâneamente, criando as máquinas. Pelo fluxo... o homem cria as máquinas que resolvem entender como foram criadas e começam a fazer experiências para entender sua própria criação e percebem que são mais desenvolvidas e podem se adaptar ao meio e evoluem e nós, espécie humana, dizemos tchau para a vida na terra, Darwin nos matou.

Resumindo, Deus e Darwin nunca estiveram tão longe assim um do outro.
Moral da história: fique atento a sua cafeteira, ela pode estar se adaptando e evoluindo. 00100110001110101000101000101000101010110...

4 comentários:

René Moraes - Ele mesmo. disse...

Melhores momentos:
"00100110001110101000101"
"um ou outro genocídio"
"nesse expansão descontroladamente controlada"
"Deus e Darwin nunca estiveram tão longe"
"fique atento a sua cafeteira"
Fim!
Parabén!
Abraços Celseira

Clara disse...

Exterminador do Futuro nasceu num dia em que James Cameron passou muito tempo olhando para a máquina de lavar.

Goiab'dullah disse...

de longe, o melhor até agora!
=]

eu achei msm q o meu fone de ouvido tava me machucando...
crazy bastard!

Goiab'dullah disse...

tecnologia é foda msm

http://noticias.uol.com.br/ultnot/multi/assistir.jhtm?media=robo-barman-serve-cerveja-e-chopp-em-londres-040266DC919307

além dos pintinhos que vão acabar com o aquecimento global
hehehehe